A SINDROME DE SJÖGREN

A SINDROME DE SJÖGREN



A Síndrome de Sjögren é uma doença autoimune crônica, em que o sistema imunológico do próprio corpo do paciente erroneamente ataca as glândulas produtoras de lágrimas e saliva. Os linfócitos infiltram-se por estas glândulas provocando diminuição da produção de saliva e lágrimas. Características principais: secura nos olhos e na boca. Pode também causar secura de pele, nariz e vagina e pode afetar órgãos do corpo, inclusive os rins, vasos sangüíneos, pulmões, fígado, pâncreas e cérebro. Fadiga e dor nas articulações podem comprometer de forma significativa a qualidade de vida do paciente.

Estima-se que quatro milhões de americanos tenham a Síndrome de Sjögren, muitos deles sem diagnóstico. Nove entre dez pessoas com Sjögren são mulheres. Embora a maioria das mulheres diagnosticadas costume estar na menopausa ou ainda com mais idade, a Síndrome de Sjögren pode ocorrer também em crianças e adolescentes. Mulheres jovens com Sjörgren podem apresentar complicações na gravidez.

No Brasil, não se sabe o número exato de portadores da Síndrome de Sjögren. A causa ou causas específicas da (SS) não são conhecidas, mas múltiplos fatores provavelmente estão envolvidos, dentre os quais os genéticos, viróticos, hormonais ou suas interações.




Síndrome de Sjögren primária ou secundária:

Primária: ocorre de forma isolada, se há presença de outra doença de tecido conjuntivo.

Secundária: os sintomas são acompanhados de uma doença do tecido conjuntivo como artrite reumatóide, lupus ou esclerodermia.



FONTE: http://www.drashirleydecampos.com.br/noticias/13304




domingo, 24 de junho de 2012

VOCÊ PODE MELHORAR SUA QUALIDADE DE VIDA. Saiba Como.

 
TEXTO PUBLICADO ORIGINALMENTE EM 2010 E REPUBLICADO A PEDIDO.
 
Algumas amigas me perguntam "se ainda não tem cura, como lidar com a SS"? MInha resposta é sempre a mesma longa lista de recomendações, que você pode encontrar em vários sites e blogs, mas que dá certo:
  • Evite ambientes secos, vento em excesso, lugares com ar condicionado.
  • Não se exponha ao sol ou ao frio (pior de todos) por um tempo longo.
  • Utilize meios para manter o ambiente em que você estuda/trabalha, descansa, sempre úmido, principalmente o quarto de dormir.  
  • Não fume. Se o fumo faz mal para qualquer pessoa, multiplique esse mal por várias vezes quando se trata de um portador de SS.
  • Evite doces.
  • Mantenha uma boa higiene oral, usando uma escova macia,  creme dental menos abrasivo (Oralbalance, por ex.) e enxaguantes bucais sem alcool.
  • Examine diariamente o aspecto da mucosa da sua boca, dando especial atenção às lesões avermelhadas, tipo queimadura ou placas brancas que sugerem infecção por fungos.
  • Bocheche com água pura, diversas vezes por dia.
  • Estimule a secreção de saliva, mascando chicletes sem açucar e tomando sucos cítricos (limão, laranja), sempre sem excessos.
  • Use óculos de sol e crie o hábito de pestanejar frequentemente, particularmente se estiver dirigindo ou diante da tela do computador e/ou televisor.
  • Use lágrimas artificiais e colírios (recomendados pelo seu médico) sempre comunicando a ele qualquer irritação.
  • Fique atenta aos  produtos de maquiagem, particularmente dos olhos, evitando usar sombras e rímel.
  • Use batons hidratantes e/ou manteiga de cacau.
  • Tome banhos de curta duração, com água morna e sabonetes que não prejudicam a pele, como os infantis, por exemplo. 
  • Use boas loções e cremes hidratantes,  à vontade.
  • Use gel lubrificante vaginal, se notar ressecamento.
Eu sempre acrescento minhas próprias observações:
Quem tem SS, precisa ter pelo menos um médico responsável pelo acompanhamento da doença. 
No meu caso, optei pelo geriatra. Tenho 67 anos, preciso mesmo de um acompanhamento das "doenças da idade" rsrs, e o meu médico, como Clínico Geral, fica atento a todos os meus relatos: novos sintomas, acontecimentos inesperados, etc, para tratamento de eventuais complicações e/ou doenças associadas. 
Consultas e exames laboratoriais no prazo indicado pelo médico responsável, evitam maiores problemas.
Visitas ao Oftalmologista e ao Dentista, são essenciais.
Na primeira consulta a um profissional, é necessário falar sobre a SS, sintomas, etc, a fim de evitar prescrição de medicação que agrave a doença.
Intervenção com Anestesia Geral, tem que ser bem avaliada e o Anestesista deve ser alertado sobre a presença da SS.
Aprender a lidar com a doença de maneira positiva faz parte da melhoria de qualidade de vida. Quem fica pelos cantos, deprimida, queixando-se, torna tudo mais difícil. Alguns dias as dores são insuportáveis, e aí não tem como não ficar triste, mas não se pode transformar a dor num "meio de vida". É  preciso saber afastá-la, não "tomar posse" dela, não considerá-la sua. 
Eu já disse, e repito, eu nunca digo "a minha doença", sempre me refiro a ela como "a doença que quer se apossar de mim, mas eu não deixo".
Quando eu era pequena e falava com a minha avó: "Acho que vai me dar dor de cabeça (ou outro sintoma) ela respondia: "Não aceita!". Na época eu até ficava chateada, mas hoje vejo que ela estava com a razão, quer dar... mas eu não aceito mesmo!!!
Lembrem-se, não existe melhor remédio que a alegria, o contato com outras pessoas, uma caminhadinha (nem que sejam poucos passos) pela manhã, o preocupar-se com o outro, a solidariedade, a partilha. Não se fechem em suas ostras. Pérolas foram criadas para serem vistas. E nós somos pérolas especiais! Bjks, meninas e meninos. Neli Alves
Comentários
11 Comentários

11 comentários :

Carlota disse...

Ai, ai! Você cada dia com textos mais lindos e profundos! Te amo!

Neli Alves disse...

Obrigada, bjks.

Beta disse...

E naõ é menina??
Pena que eu nao posso sair do país...rs

bj

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Caminho diariamente quando posso... faço algumas das coisas por vc citada... tento... procuro viver com qualidade de vida...
Seja abençoada e feliz!!!
Bjs de paz

Maria Luiza disse...

Oi Neli!!
Que pena....
Vem passear aqui, o lugar é maravilhoso e nos dá a honra da sua presença na exposição!!!rs
Ficaremos muito felizes!!!
bjssss

Neli Alves disse...

Eu quero muito ir, mas estou com um netinho de 45 dias e minha filha está necessitando de ajuda. Mas, não faltará oportunidade. Ficarei muito honrada em visitar a exposição e conhecê=los.
Bjks e obrigada. Neli

Calma que estou com pressa! disse...

oi neli
nunca tinha escutad sobre sta doença
é bom saber tudo isot que temos que fazer
bjs
lu

Neli Alves disse...

Pois é, muita gente não conhece a doença, até mesmo médicos e dentistas que eu procurei. Graças a Deus, minha filha conseguiu encontrar um dentista -um anjo- lá no Espírito Santo, onde ela mora, que resolveu os meus problemas.
Foi insuportável, mas acabou... pelo menos no que se refere aos dentes! Bjks. Neli

Neli Alves disse...

Não deixe de caminhar. Hoje eu entendo a importância de alguns cuidados em minha vida. Mas, tudo vem a seu tempo, não é mesmo?
Bjks e obrigada.

Anônimo disse...

Conte como foi que vc passou com os implantes... eu estou ainda sem saber se vou aceitar...Sou muito covarde para enfrentar isso...
Magali

Neli Alves disse...

Olá Magali.
Em uma outra postagem, com o título ULTIMAS NOTÍCIAS - ESPÍRITO SANTO NEWS, eu conto como tudo aconteceu. Mas posso lhe dizer que não foi fácil decidir, porque bateu medo também. De repente eu senti que não podia mais protelar e aí veio a loucura: Tem que extrair? Extrai tudo de uma vez, senão eu desisto! E extraí mesmo, foram 23 dentes no mesmo dia! A dor de um ou de 23 é a mesma, isto posso te garantir. E, se é necessário, não adie. Você vai se sentir muito bem depois. Hoje eu como de tudo e me sinto maravilhosamente bem. Bjks e boa sorte!